Em sessão no dia 04 de março, o Conselho Universitário aprovou o aumento do número de membros da Comissão Especial para Estudar a Reforma Estatutária para 15 membros, sendo nove professores, quatro estudantes e dois funcionários. Antes, a comissão tinha cinco professores, um estudante e havia uma sétima vaga para um funcionário, que não foi ocupada.

Os quatro representantes dos estudantes serão indicados pelo DCE. A primeira reunião da nova comissão ainda não tem data marcada. Também não há um cronograma para os trabalhos da comissão.

"Acreditamos que a mudança na composição da comissão tem pouca relevância, apesar de aumentar a representação estudantil, porque o poder de decisão continuará restrito ao Conselho Univer-sitário. Dificilmente teremos avanços significativos no estatuto fora de um processo de estatuinte democrática e soberana, isso é, realizada por uma instância convocada unicamente com esse fim e com participação democrática de todos os setores da comunidade universitária", afirma Bruno Mandelli, representante discente no CO e diretor do DCE.

 

Matéria publicada no Informativo n° 253

Cadastre-se para receber nossas atualizações

 
E-mail*  
Nome