O debate sobre a SPPrev, a LDO-2008 e os decretos do governo Serra, de 10/5, no auditório da Escola de Aplicação, reuniu os deputados estaduais Raul Marcelo (PSOL) e Simão Pedro (PT) e os professores César Minto, presidente da Adusp, e João Zanetic, vice-presidente (foto).

debate1A discussão pautou-se pelo entendimento de que essas três iniciativas revelam o autoritarismo do governo e sua intenção clara de implementar diretrizes da reforma do Estado iniciada pelo governo FHC nos anos 1990: “a delimitação das funções do Estado, reduzindo seu tamanho em termos principalmente de pessoal através de programas de privatização, terceirização e ‘publicização’ (este último processo implicando na transferência para o setor público não-estatal dos serviços sociais e científicos que hoje o Estado presta)” (Cadernos MARE da Reforma do Estado – n° 1, 1997).

Tratou-se, ainda, de problemas relativos à necessidade de fortalecer e unificar a mobilização dos trabalhadores contra as reformas neoliberais, como a da Previdência, da Universidade, dentre outras. Ademais, discutiu-se o choque de diferentes projetos de universidade dentro da USP e a ocupação da Reitoria pelos estudantes.

 

Matéria publicada no Informativo nº 236

Utilizamos cookies

Utilizamos cookies neste site. Você pode decidir se aceita seu uso ou não, mas alertamos que a recusa pode limitar as funcionalidades que o site oferece.