Tendo tomado conhecimento, pela página WEB do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), de reunião ocorrida em 25 de maio de 2016 entre o Ministro interino, Gilberto Kassab, e o que o MCTI denomina “representantes da comunidade científica”, constatamos que, de fato, a única universidade ali presente, na pessoa do reitor Marco Antonio Zago e de outros professores, foi a USP.

Causa, no mínimo, apreensão essa rápida “articulação” da Reitoria com um governo cuja legitimidade é amplamente questionada, inclusive pela comunidade científica ali pretensamente representada. Com essa atitude, a Reitoria utiliza o prestígio nacional e internacional da USP para endossar o projeto político de um governo interino que, desde seus primeiros anúncios, ameaça impor cortes orçamentários e medidas privatistas e obscurantistas para a educação, a ciência e a tecnologia, que não fizeram parte de nenhum programa aprovado nas urnas pela sociedade brasileira.

 

São Paulo, 31 de maio de 2016

Assembleia Geral da ADUSP