A Adusp encaminhou ofício ao Reitor reivindicando que os docentes que fizerem jus passem a receber o adicional de insalubridade e tenham contagem de tempo de serviço segundo o regime especial.

Vale lembrar que nossos colegas docentes das universidades federais já recebem esse adicional há anos. Para que essa reivindicação possa ser atendida, a Reitoria precisará, primeiramente, providenciar o PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário) de todos os docentes e elaborar laudo ambiental que alcance o início da atividade insalubre de cada servidor.

 

Matéria publicada no Informativo n° 300