Fruto da luta de professores, estudantes e funcionários técnico-administrativos, temos hoje uma programação de debate de ideias e propostas, aprovada pelo Conselho Universitário (Co), que poderá levar a uma transformação das relações sociais e do exercício de poder na USP. Como já enfatizado anteriormente, uma mudança na direção dos eixos históricos defendidos por Adusp, Sintusp, DCE e APG só se materializará se construirmos ações unitárias e de mobilização do corpo da universidade.

Parte importante da construção desta mobilização depende de nossa capacidade de propor diretrizes de ação política fundadas em eixos estruturantes e concepções que expressem as bases conceituais e o ideário de uma universidade pública, autônoma, democrática, laica e socialmente referenciada.

Para participar de forma qualificada dos debates que serão travados na universidade, inclusive daqueles planejados pela Comissão Coordenadora (Caeco) eleita no Co do início de 2014, a diretoria da Adusp preparou e continuará a consolidar, a partir de resoluções estabelecidas em nossa história de luta local, estadual e nacional, propostas que conceituem visões integradoras e organizadas dos temas a serem enfrentados. Evidentemente, todo esforço será feito para que estes documentos políticos sejam amplamente discutidos pelo corpo da universidade. Que ninguém se engane: trata-se de um embate de projetos e necessitará mobilização de porte. Se a oligarquia que controla a USP for deixada à vontade para decidir como será a estrutura da USP a partir de 2015, a (r)emenda pode sair pior do que o soneto.

Neste 1º semestre, já está agendada uma sessão do Co para apresentação e discussão de três temas: Missão e Princípios da Univer­sidade; Gestão, Transparência e Responsabilidade Fiscal; Ensino, Pesquisa e Extensão. Neste sentido, a diretoria da Adusp constrói, dentro dos parâmetros políticos e conceituais indicados anteriormente, docu­men­tos que sintetizam nossas concepções sobre estes três temas, com a perspectiva de apresentá-los na sessão do Co de 3/6. Dois desses documentos já estão consolidados e deverão ser submetidos às instâncias da entidade: o primeiro é uma proposta de concepção de Educação e Universi­dade Pública; o segundo trata das atividades-fim da univer­sidade: Ensino, Pesquisa e Exten­são. Entretanto, dada sua natu­re­za e origem — o longo e frutí­fero debate de ideias e propos­tas do qual surgiram — consi­deramos adequado subme­tê-los, desde já, a ampla divul­gação.

Convidamos todos a visitar nossa página www.adusp.org.br, onde estão disponíveis o texto sobre concepção de universidade e o documento descrevendo os eixos fundamentais sobre Ensino, Pesquisa e Extensão. Proximamente, apresentaremos um documento sobre o tema Gestão e Transparência (“responsabilidade fiscal” lembra a lei de mesmo nome, que na realidade deveria chamar-se Lei de Irresponsabilidade Social).

Informativo nº 380