O reitor J. G. Rodas, que por duas vezes consecutivas faltou a audiências da Comissão de Educação e Cultura (CEC) da Assembleia Legislativa para as quais foi regularmente convocado, finalmente anunciou sua ida à casa, para o dia 27/11. A informação consta de ofício enviado por ele em 25/10 ao deputado João Paulo Rillo (PT), presidente da CEC.

Os assuntos que motivaram a convocação estão relacionados a perseguições “promovidas pela Reitoria contra estudantes, funcio­nários e professores”, bem como à acusação de improbidade administrativa, que deu origem a uma ação judicial impetrada pelo Ministério Público Estadual.

Embora três deputados tenham ido ao campus do Butantã, em 23/10, com a intenção de ouvir o reitor,  não o encontraram. A assessoria de imprensa da Reitoria informou que Rodas não estaria no campus. O chefe de gabinete também estaria fora do prédio, mas, segundo o presidente da CEC, “acabou  surpreendido pelos deputados na Reitoria”.

Informativo nº 373