Realizada nesta quarta-feira (15/9) de modo virtual, a Assembleia Geral da Adusp decidiu, no tocante à data-base, manter o indicativo de greve por reajuste salarial — insistindo na necessidade de agendamento, pelo Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp), de reunião do GT salarial e decorrente definição de um plano de recomposição e valorização dos níveis iniciais da carreira — e por um retorno seguro às atividades presenciais.

Além disso, a Assembleia aprovou a proposta de construção de um calendário de mobilização, em discussão conjunta entre o Comando dos 3 Setores da USP e o Fórum das Seis. Nessa perspectiva, sugeriu a realização de um ato presencial para dia 4/10, com todos os cuidados sanitários, e aprovou a convocatória de assembleias setoriais e plenárias dos 3 setores nas unidades.

No tocante à luta pelo impeachment ou destituição de Jair Bolsonaro, a Assembleia deliberou convidar a categoria a participar dos atos da campanha #ForaBolsonaro já convocados para 2/10 em todo o país, com a indicação de pontos de encontro da Adusp e divulgação de informações sobre cuidados sanitários: máscaras, álcool em gel e distanciamento físico.

Também foram avaliados pela Assembleia os desmandos cometidos pela Comissão Permanente de Avaliação (CPA) no edital de progressão horizontal, ao bloquear a promoção direta, recomendada pelas unidades, de 721 professores associados do nível A1 para o nível A3. Foi aprovada a realização de uma reunião virtual aberta, com participação da assessoria jurídica e da Comissão de Atendimentos às/aos Docentes da Adusp, para discutir a viabilidade do ajuizamento de ação coletiva e/ou ações individuais e a argumentação a ser utilizada em recursos administrativos. A Diretoria convocou essa reunião para 20/9.

Por fim, foi eleita a delegação da Adusp que participará do 13o Conad: Michele Schultz como delegada, Annie Schmaltz Hsiou como observadora e Everaldo Andrade como observador.

 
Utilizamos cookies

Utilizamos cookies neste site. Você pode decidir se aceita seu uso ou não, mas alertamos que a recusa pode limitar as funcionalidades que o site oferece.