1. Manifesto "Pela valorização do RDIDP, não à contratação precária", a ser encaminhado à Reitoria e ao Conselho Universitário da USP;
 
2. Moção de apoio às ocupações das escolas públicas estaduais pelos estudantes em luta contra a "reorganização" da rede estadual de ensino imposta pelo governo Alckmin;
 
3. Moção de Repúdio a qualquer nova tentativa da Reitoria de desvincular o HU da USP;
 
4. Delegação da Adusp para o 35º Congresso do ANDES-SN (25 a 30/1/2016, Curitiba/PR);
 
5. Implementar, já no início de 2016, ações contra a não reposição permanente de docentes e técnico-administrativos e em defesa do RDIDP como regime preferencial da carreira docente.