O reitor Vahan Agopyan demitiu o professor Claudio Lima Aguiar, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq-USP), por reiteradas práticas de assédio sexual e moral, apuradas por Comissão Processante. A denúncia e o início da investigação remontam a 2019. A demissão foi anunciada pela Assessoria de Imprensa da Reitoria nesta segunda-feira (20/12). Porém, até a publicação desta matéria, a medida ainda não havia sido publicada no Diário Oficial do Estado.

Oito pós-graduandas da unidade, todas suas orientandas ou ex-orientandas, acusaram Aguiar de condutas abusivas, em depoimentos ricos em detalhes. O caso passou por uma Comissão Sindicante e, depois, por uma Comissão Processante, cujo relatório final recomendou a demissão do docente, que exercia o cargo de coordenador do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia. Reunida em novembro último, a Congregação da Esalq aprovou o parecer resultante do Processo Administrativo Disciplinar (PAD).

Na semana passada o Informativo Adusp encaminhou ao professor Aguiar perguntas sobre o caso, não respondidas até esta data.