Radialista com formação em Sociologia, Marcello Bittencourt, produtor do programa “Biblioteca Sonora” e ex-diretor da Rádio USP, faleceu em 30/4 no Hospital das Clínicas (HCFMUSP), diagnosticado com Covid-19. “O programa sobre livros e escritores com foco na produção universitária se destacou pela pluralidade e multidisciplinaridade”, registrou a Rádio USP em sua homenagem.

Bittencourt tinha 68 anos. “Foi internado há cerca de 40 dias no Hospital Universitário [HU] e de lá transferido para o HC após diagnóstico de Covid-19. Os colegas da emissora lamentam a perda de um profissional que deixa uma importante contribuição para a história da rádio brasileira”, assinalou a nota da Rádio USP.

Suzana Cecília Igayara, ex-apresentadora do programa “Canto Coral”, afirmou no Facebook que Bittencourt “sabia tudo de rádio e de jornalismo” e que por isso muito aprendeu com ele, atento ao panorama amplo da sociedade e aos “detalhes da produção” de um programa de rádio. “Às vezes eu estava gravando, ele parava e ficava ouvindo. Sempre tinha uma palavra de incentivo e uma sugestão que estivesse ao meu alcance conseguir. Mantínhamos a amizade pelo Facebook, uma curtida, um comentário. A USP fica mais triste”.