Fotos: Paulo Lima

Nos dias 16 e 17/9 a Diretoria da Adusp visitou, respectivamente, os campi da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA), em Pirassununga, e da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ), em Piracicaba. A iniciativa vincula-se ao planejamento da Diretoria, que busca intensificar o diálogo com a categoria docente. A delegação da Adusp foi composta pelos professores Rodrigo Ricupero, presidente, Cláudio Alvarenga, segun­do­­-se­cretário, e Ciro Correia, coor­de­nador do Departamento Jurídico.

As reuniões envolveram quinze professores em Pirassununga e cerca de vinte na ESALQ. As fotografias registram a conversa realizada no Anfiteatro do Pavilhão de Ciências Humanas da ESALQ, em 17/9, da qual participou também o diretor regional da Adusp, professor Marcos Sorrentino.

Compareceram a ambas as reuniões docentes com variados “tempos de casa” (desde recém-contratados a próximos da aposentadoria), que puderam apresentar suas preocupações em relação à nova avaliação do docente, à avaliação realizada pela Comissão Especial de Regimes de Trabalho (CERT) e à aposentadoria. Relataram ainda sua insatisfação frente ao aumento da carga didática, dada a falta crescente de docentes, à imposição de férias e, de maneira geral, ao constante aumento de tarefas e às formas impositivas adotadas pela Reitoria nos mais variados aspectos da atividade docente.

Além de apresentar suas posições sobre os temas levantados, a Diretoria da Adusp expressou sua determinação de aproximar mais os colegas dos campi com a entidade, bem como facilitar o acesso dos sócios de Pirassununga e Piracicaba ao atendimento do Departamento Jurídico.

A Diretoria planeja para 2018 um ciclo de visitas ao máximo possível de unidades da USP, tanto na capital como no interior.

Informativo nº 444

 

Utilizamos cookies

Utilizamos cookies neste site. Você pode decidir se aceita seu uso ou não, mas alertamos que a recusa pode limitar as funcionalidades que o site oferece.