Em 25/2, estudantes da EACH realizaram manifestação em frente à Superintendência de Assistência Social da USP (SAS), no campus Butantã. A intenção: protestar contra a limitação do oferecimento de auxílio-transporte, a partir de 2016, apenas aos estudantes dos campi do interior.
 
O corte foi anunciado em 29/1, por e-mail enviado pela SAS aos estudantes.
 
O protesto reuniu cerca de 50 estudantes, que protocolaram no Gabinete da SAS um documento que critica a medida. Logo depois, os manifestantes saíram em passeata até o prédio da Reitoria, onde entregaram cópia do mesmo documento.
 
Um estudante da EACH, que preferiu não se identificar, comentou que o campus da USP Leste tem um "problema dobrado", quando comparado à Cidade Universitária, que é a falta de moradia estudantil: "Além do corte no auxílio-transporte, enfrentamos a falta de um 'Crusp Leste', que seria direcionado a alunos de alta vulnerabilidade. Cortar esse auxílio e excluir os filhos e filhas de trabalhadores é um erro brutal".