A Secretaria Geral da USP divulgou em 8/3 os resultados do segundo turno das eleições para representantes dos segmentos docentes no Conselho Universitário (Co), realizado na véspera. Foram eleitos para exercer mandatos de dois anos os candidatos às representações dos Professores Doutores, Professores Associados, Professores Titulares e Assistentes que obtiveram, neste turno, a maioria simples dos votos. Computados todos os segmentos, votaram 2.660 docentes, o que representa 47% do total de 5.648 eleitores.

No caso dos Professores Doutores, elegeu-se a chapa liderada pela professora Kimi Aparecida Tomizaki, da Faculdade de Educação (FE), que tem como suplente o professor Márcio Moretto Ribeiro, da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Kimi recebeu 600 votos (60,24% dos válidos), ao passo que a professora Tania Casado, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA), obteve 396 votos (39,76%). Dentre os 1.065 votos deste segmento, houve 59 nulos e 10 em branco.

Entre os Professores Associados, a chapa vencedora foi a do professor Marcílio Alves, da Escola Politécnica (EP), cujo suplente é o professor Luiz Fernando Ramos, da Escola de Comunicações e Artes (ECA), eleita com 573 votos (63,67% dos válidos). A chapa do professor Adrián Pablo Fanjul, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), recebeu 327 votos (36,33%). A eleição entre Professores Associados mobilizou 998 votantes, dos quais 80 anularam seu voto e 18 votaram em branco.

Titulares, disputa apertada

A disputa mais apertada ocorreu no segmento dos Professores Titulares. A chapa eleita foi a encabeçada pelo professor Amâncio Jorge Silva Nunes de Oliveira, do Instituto de Relações Internacionais (IRI), cujo suplente é Geraldo Duarte, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Amâncio foi eleito com 284 votos (52,59% dos válidos), enquanto o professor Murilo Araujo Romero, da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), recebeu 256 votos (47,41%). No total, 584 docentes participaram da eleição deste segmento, que contou ainda com 35 votos nulos e 9 em branco.

Quanto aos Assistentes, a chapa única encabeçada por Danny Dalberson de Oliveira (EP) foi referendada por 12 votos. Seu suplente é Manoel Marcilio Soares, do Instituto de Matemática e Estatística (IME). O segmento, que constitui um quadro em extinção, é composto por 35 professores, dos quais 13 participaram da eleição, sendo nulo um dos votos.