Nós professores da Universidade de São Paulo, reunidos em Assembleia em 7/5/2014, repudiamos veementemente o uso da violência por parte do governo do Paraná e da Polícia Militar do Estado, contra professores e funcionários das escolas e universidades estaduais, que resultou em cerca de 200 feridos, oito em estado grave, numa manifestação no dia 29 de abril. Exigimos que o governo estadual assuma a responsabilidade pelo ocorrido, identifique e puna os responsáveis e se comprometa a respeitar o direito de livre manifestação, garantindo a segurança dos manifestantes e estabelecendo a necessária interlocução com os movimentos sociais mobilizados pelos seus direitos. Declaramos toda solidariedade aos professores, funcionários e estudantes em luta!