Conselho debateu PNE e problemas da categoria

Aposentadoria especial, assédio moral sofrido por docentes, Plano Nacional da Educação. Estes foram alguns dos pontos discutidos na reunião do Conselho de Representantes da Adusp (CR) realizada na subsede de Ribeirão Preto, no dia 19/8.

Sobre as aposentadorias especiais por trabalho em condições insalubres, o professor Ciro Correia, do GT Jurídico, informou aos representantes que será divulgada em breve uma consolidação da legislação existente, inclusive orientações sobre a conversão de tempo de trabalho em situação insalubre em tempo comum. Os representantes apresentaram dúvidas sobre algumas situações. A professora Heloísa Borsari, presidente da Adusp. informou que será organizado, em setembro, um debate sobre a Previdência.

O CR constatou a ocorrência de diversos casos de assédio moral em unidades da USP e discutiu formas de combater essa prática. Verificou-se que há casos relacionados a pressões produtivistas, que geram estresse e depressão nos docentes vitimados por elas. Outros episódios estão relacionados ao método de contratação: docentes jovens, recém-contratados, são constrangidos a trabalhar antes mesmo de tomar posse, e a assumir extensa carga didática.

Perfil

A diretoria da Adusp apresentou aos representantes o material impresso que será utilizado num levantamento do perfil dos docentes, que terá início nas próximas semanas em quatro unidades: Instituto de Psicologia, Escola de Artes, Ciências e Humanidades, Faculdade de Direito de Ribeirão Preto e Faculdade de Educação. A enquete indaga ao professor: “Quais são suas preocupações com relação ao seu trabalho na universidade?”

A partir de um informe da professora Lighia Horodinsky-Matsushigue, do GT Educação, o CR discutiu diversos aspectos do Plano Nacional da Educação (PNE) 2011-2020. A insuficiência de recursos (apenas 7% do PIB), a expansão do ensino superior majoritariamente por via privada (74% das matrículas) e a elevação da relação estudantes/professor para 18, prevista na estratégia 12.3, preocuparam os membros do CR.

Foi aprovada a ideia de encaminhar uma carta às comissões de graduação e ao Conselho de Graduação da USP, para que se pronunciem a respeito das muitas questões relevantes envolvidas no PNE 2011-2020. Outras iniciativas serão sugeridas ao GT Educação do Andes-SN.

Os representantes também receberam informes sobre a mudança da sede da Adusp no campus de São Paulo, sobre as tratativas com o Cruesp acerca da valorização dos níveis iniciais da carreira docente e sobre a Jornada Nacional de Lutas, iniciada em Brasília no dia 17/8.

 

Informativo n° 331

Últimas publicações:

A pedido do reitor, tropa de choque da PM agride manifestantes

Ato de repúdio à violência institucional e policial na USP

Discussão sobre a aposentadoria dos docentes - parte 1/2

Discussão sobre a aposentadoria dos docentes - parte 2/2